PÁGINA INICIAL CLÍNICA CORPO CLÍNICO QUEM SOMOS CONVÊNIOS DICAS DE SAÚDE INFORMATIVOS CONTATO



Sobre rodioterapia

A radioterapia é um método capaz de destruir células tumorais pelo uso de feixes de radiações ionizantes. Uma doze pré-calculada de radiação é aplicada, em um determinado tempo a um volume de tecido que engloba o tumor, buscando erradicar todas as células tumorais, com o menor dano possível às células normais circunvizinhas.
  • Radiossensibilidade e radiocurabilidade - A velocidade da regressão tumoral corresponde ao grau de sensibilidade que o tumor apresenta às radiações. Depende fundamentalmente da sua origem celular, do seu grau de diferenciação, da oxigenação e da forma clínica de apresentação. A maioria dos tumores radiossensíveis são radiocuráveis. Entretanto, alguns se disseminam independentemente do controle local; outros apresentam sensibilidade tão próxima à dos tecidos normais que esta impede a aplicação da dose de erradicação. A curabilidade local só é atingida quando a dose de radiação aplicada é letal para todas as células tumorais, mas não ultrapassa a tolerância dos tecidos normais.
  • Indicações da radioterapia - Como a radioterapia é um método de tratamento local e/ou regional, pode ser indicada de forma exclusiva ou associada aos outros métodos terapêuticos. Em combinação com a cirurgia, poderá ser pré/per ou pós-operatória. Também pode ser indicada antes, durante ou logo após a quimioterapia. 


Novos tratamentos

Com a IMRT você controla a quantidade de radiação: onde precisa menos, chega menos. É possível fazer tudo em uma única sessão, de acordo com a necessidade de cada paciente. Já na radiocirurgia, o tratamento é feito em uma única sessão, altas doses chegam até o volume alvo em apenas uma aplicação. A técnica pode ser realizada em várias regiões do corpo, porém, o mais comum são nos tumores cerebrais, além de diversas outras neuropatias.
O tratamento é feito diariamente e, em todos esses procedimentos, é necessária uma localização precisa das áreas a serem tratadas e das que devem ser protegidas. Para isso são realizados exames diagnósticos específicos para radioterapia, como Tomografia Computadorizada, Ressonância magnética, PET-CT e outros.
É um grande avanço na radioterapia, ela está com o foco cada vez mais direcionado e preciso e isso poupa o tecido sadio das sequela da radioterapia. É precisão máxima com pouco envolvimento dos órgãos vizinhos. Isso garante um bom tratamento.
Os físicos trabalham em conjunto com os médicos. Eles prescrevem as doses e o físico é o responsável por fazer cálculos e estabelecer o local correto da aplicação. Por isso é imprescindível a presença de um físico especialista para garantir o posicionamento preciso. O tumor pode se deslocar de um dia para o outro. É o físico quem vai calcular a quantidade de radiação e como ela será aplicada para proteger os órgão e atingir o volume alvo corretamente.
Há também o físico supervisor em radioproteção, que calibra o equipamento e é responsável pela proteção radiológica em todas a equipe. Ele mantém o controle de qualidade rigoroso em todas as máquinas de radioterapia.
Com o software de precisão, o Centro de Oncologia e Radioterapia Sant'Ana traz a modernidade para tratar o câncer. É uma clínica que esta sempre na vanguarda, compatível com os grandes centro. Foi a primeira do interior a ter acelerador linear, a primeira a ter a radioterapia tridimensional conformacional em, 2003, e agora tem esse nosso acelerador liner com softwares de grande precisão.

Funções da radioterapia

A radioterapia pode ser usada para diversas finalidades. Quem define a hora de aplicar a técnica - e qual é a melhor delas - é o médico. Entre suas aplicações estão:
  • Radioterapia curativa - a meta é controlar o tumor, buscando a cura do paciente;
  • Radioterapia remissiva - usada para reduzir o tamanho das células cancerígenas;
  • Radioterapia profilática - método preventivo indicado em casos onde não há nenhum tipo de volume tumoral presente, mas detecta-se a existência de possíveis células neoplásicas dispersas;
  • Radioterapia paliativa - busca diminuir sintomas como dor intensa, sangramentos ou compressão de órgãos ou da parte neurológica óssea;
  • Radioterapia ablativa - a radiação é usada para suprimir a função de um órgão. 




Av Tiradentes, 1377 - Zona 01
Maringá - PR - brasil
Fone: 44 3224.1151

oncosantana@oncosantana.com.br