PÁGINA INICIAL CLÍNICA CORPO CLÍNICO QUEM SOMOS CONVÊNIOS DICAS DE SAÚDE INFORMATIVOS CONTATO



Área de Atuação


- Oncologia Clínica

Avaliação do paciente virgem de tratamento, realizando seu diagnóstico definitivo, indicando qual melhor tratamento e seu acompanhamento após o tratamento oncológico.

- Radioterapia Geral

Tratamento oncológico com radiação ionizante.

 

Técnicas de tratamento


- Roentgenterapia

Indicado para cânceres superficiais, principalmente em lesões de pele e também em algumas doenças benígnas (ex.: bursites refratárias aos tratamentos convencionais, papilomatoses, etc).

- Betaterapia Dermatológica

. Equipamento específico para lesões malignas extremamente superficiais, não invasivas, e indicado também na profilaxia de quelóides cutâneos e tratamento de hemangiomas.

- Betaterapia Oftálmica

Indicado em carcinomas superficiais da conjuntiva bulbar e na prevenção da recidiva em pterígeo operado.


- Radioterapia Conformacional

Tratamento radioterápico que permite localização de volumes reduzidos com precisão adequada e  com aquisição de imagens diretamente dos equipamentos de tomografia computadorizada, ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons (PET), proporcionando desta forma maiores doses de radiação no tumor, poupando as áreas de tecidos adjacentes, tornando assim o tratamento mais eficaz e reduzindo as sequelas tardias em regiões circunvizinhas.

- Radioterapia de Intensidade Modulada do Feixe

A Radioterapia de Intensidade Modulada ou IMRT (Intensity Modulated Radiotherapy) é uma forma de tratamento radioterápico que dispõe de computadores e técnicas especiais, onde cada feixe é divido em múltiplos segmentos com o objetivo de moldar a dose no formato do órgão ou volume a ser tratado. Isto se consegue a partir da movimentação precisa dos colimadores de múltiplas folhas (MLC - multi leaf colimator), localizado no cabeçote do aparelho de radioterapia durante o tempo de irradiação ou com o uso de moduladores criados especificamente para cada incidência de tratamento. Os colimadores são controlados por um programa de computador que utiliza os dados enviados do sistema de planejamento computadorizado. Pode-se usar a Tomografia Axial Computadorizada juntamente com a Ressonância Magnética Nuclear e/ou a Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET) para mostrar o tamanho, forma e localização do tumor.

Mais eficiente  e precisa que a radioterapia conformacional, pois as margens são mais reduzidas e há um controle simultâneo  da quantidade de radiação em uma única aplicação, onde é necessário tratar a dose é maior, e onde é necessário poupar, a dose de radiação diminui.

O IMRT caracteriza-se como uma das mais modernas modalidades de tratamento radioterápico e permite a redução da radiação nos tecidos sadios assim como o aumento da dose terapêutica no tumor ou órgão a ser tratado otimizando o tratamento realizado.

 

- Radioterapia estereotáxica

A Radioterapia Estereotáxica é uma técnica de radioterapia em que é administrada uma fração de alta dose de radiação a um volume tumoral muito bem definido radiograficamente e com uma localização muito precisa. É conseguida com esta técnica a maior precisão na aplicação do tratamento e a maior proteção dos tecidos saudáveis.

A radioterapia estereotáxica pode ser administrada numa dose elevada única, designada radiocirurgia, ou em várias frações de dose, sendo designada radioterapia estereotáxica fracionada. Estas técnicas são usadas no tratamento de tumores malignos e de tumores benignos e outras doenças benignas da cabeça e pescoço.

- Radiocirurgia

Por definição, a radiocirurgia é o tratamento da doença em uma única dose de radiação ionizante. Para obter-se a precisão milimétrica necessária utiliza-se os mesmos equipamentos da radioterapia estereotáxica acrescido de um fixador externo denominado de halo estereotáxico. O halo é fixo no crânio , e é realizado o planejamento do tratamento através de imagens obtidas de Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética Nuclear onde é definido pela equipe de especialistas a localização, delimitação e dose de cada lesão a ser tratada.

 Os físicos realizam o planejamento computadorizado que é revisado e aprovado pelos médicos radioncologistas, e somente então o paciente é colocado na sala de tratamento onde recebe toda a dose terapêutica em apenas uma aplicação.

O Tratamento é realizado em Arcos Dinâmicos permitindo tratamentos optimizados com parâmetros ideais de conformação de dose no tumor, minimizar a irradiação de órgãos normais e estruturas críticas e evitar a irradiação de todo o cérebro com os consequentes efeitos carcinogénicos das radiações.

 

Especialidades


- Radioncologista

Médico oncologista com atuação em radioterapia. 

- Física-médica 

A Radioterapia devido ao uso de equipamentos emissores de radiação ionizante necessita ter em seu corpo clínico, profissionais específicos para aplicação, manuseio e calibração desses aparelhos. "As funções "Supervisor em Proteção Radiológica" e o Físico-Médico "Especialista em Radioterapia" são imprescindíveis neste tipo de clinica médica. Essas especialidades podem ser exercidas pelo mesmo profissional, como normalmente acontece.

- Supervisor em Proteção Radiológica

A comissão Nacional de Energia Nuclear - CNEN, órgão máximo no Brasil para controle de materiais radiativos e equipamentos emissores de radiação, é quem confere aos profissionais habilitados e avaliados por eles, o Título de supervisor em Proteção Radiológica.
Compete ao Supervisor em Proteção Radiológica, cuidar desde a definição da espessura e o tipo de material a ser usado nas paredes das salas onde ficam os equipamentos de radioterapia, até a calibração desses aparelhos para que possam ser usados de forma segura e precisa, garantindo assim, um tratamento adequado conforme prescrição médica.
Este profissional garante também conforme normas internacionais de 'Higiene das Radiações' que os Técnicos, Médicos Físicos além de outros profissionais envolvidos diretamente na execução desses tratamentos recebam as menores doses de Radiação possíveis, para que desenvolvam suas especialidades com segurança.

- Físico-Médico Especialista em Radioterapia

A Associação Brasileira de Físicos em Medicina - ABFM, órgão no Brasil que confere o Título de especialista aos Físicos, mediante cumprimento a diversos critérios mínimos e com subseqüente avaliação. O especialista em Radioterapia é apenas uma das sub-áreas da Física- Médica.
Compete a este profissional em conjunto com o Radioncologista, o atendimento do paciente e o planejamento físico e localização das áreas a serem tratadas, e as regiões a serem protegidas, para um tratamento seguro e adequado.
As técnicas de tratamento vão desde a Radioterapia convencional, com localização das áreas a serem irradiadas mediante simulação básica, até a radioterapia conformacional, onde a simulação é feita em Tomógrafos e as imagens são transferidas ao computador e reconstruídos tridimensionalmente com precisão de milímetros, onde podemos definir os volumes e formas de cada órgão, garantindo proteção máxima aos órgãos circunvizinhos e dose máxima e homogênea em toda a extensão a ser tratada.

 





Av Tiradentes, 1377 - Zona 01
Maringá - PR - brasil
Fone: 44 3224.1151

oncosantana@oncosantana.com.br